Erwin Tumiri, um dos sobreviventes do acidente aéreo que vitimou parte da delegação da Chapecoense, em 2016, renasceu mais uma vez no ano de 2021. O técnico de aviação escapou com vida de um acidente envolvendo um ônibus no quilômetro 72 da rodovia que liga Cochabamba a Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

Segundo o Los Tiempos, 21 pessoas morreram e 30 ficaram feridas. A irmã de Erwin, Lucía, afirmou que ele experimentou outro milagre.

“Ele está estável, graças a Deus. Mais uma vez, ele foi salvo. Eu estava muito preocupada. (…) Me sinto feliz pelo meu irmão. Ele tem ferimentos no joelho e arranhões nas costas, e um corte que vai ser suturado”, disse ela ao jornal boliviano.

Na vida, temos oportunidades

Cada cidadão tem diversas possibilidades na vida; alguns, sobrevivendo por milagres e ações específicas da parte de Deus; outros, através de seus esforços e dedicação. Estudos, disciplina e o trabalho fazem muita diferença na vida de um indivíduo. Por outro lado, temos situações atípicas daqueles afortunados que experimentam livramentos e proteção da parte de Deus de forma milagrosa e inexplicável.

Foi o que aconteceu com o cego de nascença:

“Caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença… Dito isso, cuspiu na terra e, tendo feito lodo com a saliva, aplicou-o aos olhos do cego, dizendo-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que quer dizer Enviado). Ele foi, lavou-se e voltou vendo… Respondeu ele: O homem chamado Jesus fez lodo, untou-me os olhos e disse-me: Vai ao tanque de Siloé e lava-te. Então, fui, lavei-me e estou vendo.” (Jo 9.1-11.)

Simples assim! Ele foi abençoado. A graça de Deus veio sobre sua vida de maneira graciosa e sublime. Algumas pessoas são abençoadas por Deus de forma inexplicável. A narrativa bíblica está repleta de casos que mostram isso.


Alguns experimentam fatalidades

Precisamos concordar que nem todos são afortunados. Algumas pessoas perdem a vida por situações muito simples. Cabe a cada pessoa viver a vida da melhor maneira possível, aproveitando todas oportunidades e dedicando-se para alcançar seus objetivos no dia que se chama hoje.

Vejam este caso: “Após sobreviver ao primeiro acidente entre o ônibus em que viajava e o caminhão na BR-282 e dar uma entrevista a uma rádio de São Miguel d’Oeste, dizendo que havia nascido de novo, Gilmar da Costa, 43, foi atingido por uma carreta carregada de açúcar. E se tornou um dos 27 mortos da tragédia”.  

Antes de morrer, ele deu a seguinte declaração numa entrevista ao repórter Marcos Meller, da Rádio Peperi, 15 minutos antes da segunda colisão: “Foi um milagre o que aconteceu comigo. Nunca vou me esquecer. Nasci de novo”. Logo após dar a entrevista relatando o livramento que vivera, ele foi atingido por um caminhão carregado de açúcar e faleceu no local.

Não temos o controle sobre os acontecimentos diários nem sobre os infortúnios da vida. Às vezes, a pessoa sai de casa pela manhã, e à noite está no leito de um hospital.

Onde está a nossa confiança?

A palavra de Deus nos diz: “Pois tu és a minha esperança, ó Soberano Senhor, em ti está a minha confiança desde a juventude” (Sl 71.5 – nvi).  Temos de confiar no Senhor Deus, sempre, e viver de tal forma que todos os planos e projetos estejam em harmonia com a vontade dele. O indivíduo precisa estar em dia e em consonância com seus planos para que seja favorecido pelas bênçãos ou pelos infortúnios da vida. Todos devemos estar preparados. Ninguém tem controle absoluto sobre sua vida.

Por outro lado, a sociedade é fatalista; o senso comum diz que tudo já está escrito, quis o destino que assim fosse, já estava escrito desde a fundação do mundo que seria dessa forma. Acreditam que não existe escolha; através da fatalidade tudo está determinado.

Para os sobreviventes, restam a gratidão e a disposição para recomeçar a vida, fazendo algumas adaptações e às vezes exercendo uma nova postura de atitude e disposição de ajudar ao próximo.

 “E, se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos habita em vocês, aquele que ressuscitou a Cristo dentre os mortos também dará vida a seus corpos mortais, por meio do seu Espírito, que habita em vocês.” (Rm 8.11 – nvi.)

O mesmo Espírito que levantou Jesus habita em vós. Temos o favor e a graça de Deus, que, de maneira inexplicável, nos alcança, e recebemos uma nova chance. Imagine o que se passa na mente do Erwin Tumiri, sobrevivente do acidente do avião que caiu com o time de futebol da Chapecoense, e agora sobrevive a um acidente de ônibus, em que várias pessoas morreram. Seu coração deve ser muito grato a Deus por lhe dar mais uma chance.

Escrito por Cicero Bezerra – Missionário da Missão Evangélica Betânia, servindo no ministério cristão há mais de 40 anos, através da formação de líderes e do apoio a pastores e missionários.

© 2020 Editora Betânia.

Avenida Iguaçu, 1700 B, Água Verde, Curitiba/PR. CEP: 80240-030

(41) 3029-0005